Provas de Mountain Bike de estágios.

O ciclismo off-road (mountain biking – MTB), é uma modalidade esportiva competitiva que surgiu por volta da década de 70 nos EUA. Neste período de existência, o esporte cresceu rapidamente, a ponto de ser incluído oficialmente no cenário mundial, a partir dos Jogos Olímpicos de Atlanta em 1996. Por ser a prova escolhida para os Jogos Olímpicos, a modalidade mais conhecida passou a ser o XCO (Cross Country Olímpico), mas o Cross Country támbem se divide em XCM(Maratona).

A diferença básica entre esses dois formatos é que o XCO se disputa em  percursos que  variam de 6 a 20 km, alternando trechos técnicos, trilhas fechadas, subidas e descidas. Normalmente as corridas são disputadas em grupo, divididas em várias categorias, de acordo com a idade e a técnica de cada ciclista, e no XCM as  provas são feitas em um percurso longo, que varia de 20 a 40 km, alternando trechos de estrada, trilhas e um pouco de asfalto. Normalmente ela se inicia em uma cidade e termina em outra. Estão ganhando popularidade devido ao seu caráter festivo e de fácil acesso a todos, como em uma maratona.

Epic_Rodrigo003

Alguns organizadores, buscando aumentar o desafio que envolve o “Ciclismo Off Road” resolveram criar provas chamadas Épicas, que dentro do formato “Maratona”, além de distâncias maiores, são divididas em vários dias de competição, assim como em um “Tour” de ciclismo de estrada.

Atualmente o target é o ABSA CAPE EPIC (www.cape-epic.com), na África do Sul, simplesmente com oito dias de prova, 718 km totais de prova e ascensão acumulada de 14.850m (com a participação esse ano de nosso aluno Rodrigo Abreu), mas também não é a unica.  Existem provas no calendário um pouco menores, como o IronBiker em Mariana, com dois dias. Não que seja mais fácil, mas, menos assustadora, é um convite para quem quer se aventurar. 

Algumas dessas Provas se tornaram famosas, e alvo de desejo de quase todo Mountain Biker. Assim como quase todo tri-atleta deseja um dia fazer um “IronMan”, é dificíl conhecer alguém que ande em uma MTB que não tenha pensado em “um dia quem sabe”, entrar em uma prova dessas.