Indomit 100k

 

Relato do nosso atleta Ashbel Almeida sobre sua participação na primeira prova de 100k da modalidade no Brasil.

 

Esta prova foi a primeira prova Trail Run de 100k do Brasil. Teve como cenário as belas paisagens do litoral de Santa Catarina, passando pela famosa costa de Bombinhas.

A organização da prova foi show. A largada da prova a meia noite de sexta pra sábado e o limite de conclusão da prova de 22horas. Algumas pessoas acham ruim este horário de largada, porém, eu acho ótimo começar a prova de noite e terminar de dia. Já fiz algumas que terminavam a noite e justamente na hora em que você esta mais cansado, anoitece e potencializa a sensação.

Dada a largada, os primeiros 16k foram os mais fáceis da prova inteira e já sabíamos disto. Foram praias com areia dura. Comecei forte e percebi que estava entre os 20 primeiros. Entramos nas primeiras trilhas e mantive o ritmo. Trilhas “corríveis” quase o tempo todo. Usei duas lanternas pela primeira vez e achei muito bom, vale a pena. Uma presa no tronco, logo abaixo do peito e outra na cabeça. A marcação do trajeto estava boa com fitas reflexivas e só se perdia se ficasse desatento.

 

Largada noturna.

Largada noturna.

 

Quando cheguei nos 50k, já havia amanhecido e começou o pior percurso de toda prova, com trilhas bastante erodidas e um sobe-desce BASTANTE técnico. Aproveitei as descidas para abrir mais porque sabia que o povo que estava pra trás, ficaria com medo de escorregar. A esta altura da corrida eu já estava apenas administrando a posição porque tentar chegar em alguém ou alguém alcançar você não é uma coisa muito fácil de acontecer. Terminados estes quase 20k de trecho pior, voltamos a ter praias e estradões.

 

Ashbel durante parada no km 33 da Indomit.

Ashbel durante parada no km 33 da Indomit.

 

Após os 70 e poucos confesso que estava cansado e quando um corredor de outra corrida (50k) passou por mim e disse que eu havia aberto muito dos outros que estavam para trás, eu relaxei e diminui o ritmo. Até parava nos pontos de apoio por cerca de 5min. Aliás, diga-se de passagem, estes pontos eram bastante fartos de comida, isotonico, refrigerante, frutas, etc.

Finalmente faltavam apenas 12k e o sol castigava. Havia uma ultima trilha punk pela frente anunciada, mas achei que seria pior e depois disto foi só alegria…

Na chegada, uma grande festa!!! Completei em 14:46h e 16a posição geral e quinto na minha categoria. Muito feliz mesmo de colher os frutos de um treinamento dedicado e disciplinado. Fiz muuuuuuitos treinos de subida e escada. Areia fofa também. Agradeço mais uma vez nosso Coach pelo zelo e dedicação. Não tem mistério nem mágica, apenas treino e tranqüilidade. Este tipo de prova, como todos dizem, é muito de “cabeça”. Isto é fato!! Mantenha a tranqüilidade, o corpo sabe exatamente o que fazer, você treinou para isto. Termino este texto com palavras de Zhuang Zi que foi um dos maiores pensadores Taoistas.

Os homens não podem ver a sua imagem refletida em água corrente, somente em água tranqüila. Somente aquele que é tranquilo em si pode tranqüilizar os que buscam a tranqüilidade.

Zhuang Zi

Chegada do Indomit após percorrer os 100k.

Chegada do Indomit após percorrer os 100k.