Há um número ideal de provas por ano?

O nosso corpo possui diversas variáveis que são ajustáveis com o treinamento e a adaptação do mesmo é gradativa e acontece aos poucos.

Por Prof. João Magalhães

Hoje em dia temos um grande número de provas acontecendo, sejam elas de corrida ou de triatlo. Quando vamos planejar nosso calendário de provas, se é que fazemos isso é normal nos empolgarmos e querermos fazer todas as provas que vemos pela frente. Porém o nosso corpo está preparado para isso? Isso é o melhor para atingirmos objetivos específicos dentro do esporte que praticamos?

Todos que praticam algum esporte, se não o fazem por qualidade de vida ou prazer, o fazem por que desejam sempre se desafiar e quando falamos em desafio automaticamente falamos em melhoras. Porém para falarmos de melhora precisamos ter FOCO. Planejar nosso calendário tanto de treinos quanto de provas é crucial para termos uma temporada de êxito, completando provas, sem lesões e nos mantendo sempre ativos dentro do que praticamos.

Mega Treino
Quando vamos nos planejar para fazer provas devemos ter em mente que provas são diferentes de treinos e que por mais que possamos pensar “vou fazer tal prova como treino”, no dia da prova podemos achar que por estarmos bem podemos testar nossos limites, saindo assim do planejamento de treinos, colocando em risco toda nossa temporada e também a prova que escolhemos como principal.

Há um número ideal de provas por ano? Depende. Depende de qual prova você deseja fazer e qual o tempo você deverá impor de treinamento e recuperação para a mesma. Por exemplo, provas longas como Maratonas e IronMan’s demandam grande tempo de treinamento e precisam de um tempo específico de recuperação da musculatura, tendões e articulações, então o ideal é de uma por ano. Quando vamos definir provas que desejamos fazer, vale a pena sentar com o treinador e estudar as condições da prova, como por exemplo o clima, o percurso, altimetria, regras que variam de organizador para organizador, se há tempo de corte para as distâncias, demanda de tempo necessária para treinamento, entre outros. Além disso precisamos saber se estamos preparados para aguentar cada prova que nos desafiamos para fazer. Devemos pensar que vale muito mais apenas praticar esportes por muitos anos do que fazer muitas provas em poucos anos!
Para nos inscrevermos em uma prova também sempre é válido saber a procedência da organização, se a mesma possui tradição e comprometimento na realização de provas e/ou eventos. Com o aumento do número de provas, as chances de termos duas competições no mesmo local e dia, de não haver tempo hábil para se conseguir liberação da prefeitura e outros casos que possam ocasionar no não acontecimento da prova são grandes. Quando a organizadora da prova é fidedigna e tradicional a chance de acontecer isso é muito pequena e caso aconteça a probabilidade de haver retorno no valor da inscrição é quase 100%.

O nosso corpo possui diversas variáveis que são ajustáveis com o treinamento e a adaptação do mesmo é gradativa e acontece aos poucos. O mesmo acontece nos esportes e treinamentos. Não é porque comecei a correr esse ano que já posso me considerar apto para correr uma maratona. Não se pode pular etapas, pois se não em pouco tempo as lesões irão aparecer e isso irá limitar a prática esportiva. A principal dica é que você se planeje junto com seu treinador para possa atingir suas metas sem se machucar e se manter no esporte durante um bom tempo.